Notícias

Cuiabá já recebeu 40 km de novas redes de esgoto

Conforme planejado pela Prefeitura de Cuiabá e compromissado junto à população, a capital mato-grossense avança no saneamento básico. O relatório apresentado nesta terça-feira (13) pela concessionária Águas Cuiabá, aponta que, somadas às várias frentes de obras, a cidade já recebeu, até o momento, 40 quilômetros de novas redes coletoras de esgoto. Acompanhado pelo próprio Município, além do Ministério Público do Estado (MPE) e da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Arsec), o trabalho resultará em um salto na cobertura de coleta e tratamento para 61%, já em 2019.

Os avanços fazem parte do projeto Águas Cuiabá 300 Anos, cujo objetivo é garantir os investimentos necessários nos sistemas de tratamento de água e esgoto. O aporte na coleta e tratamento de esgoto é na ordem de R$ 131,8 milhões, considerando os Sistemas Dom Aquino e Tijucal. Os trabalhos beneficiam 289 mil pessoas em 28 bairros, entre eles, Bosque da Saúde, Canjica, Altos do Parque, Ribeirão do Lipa, Terra Nova, Altos do Coxipó, Jardim dos Ypês, Santa Izabel e Jardim Universitário.

“Todas estas ações de modernização no sistema de esgoto de nossa cidade são fundamentais para a preservação do maior patrimônio da cuiabania: os rios Cuiabá e Coxipó, além dos córregos e nascentes. Esse trabalho é um marco histórico para a Capital, tanto pelo seu porte e volume de investimentos quanto por seu significado, porque atende a Cuiabá de hoje e enxerga a Cuiabá de amanhã. Ou seja, estamos construindo uma cidade estruturada e preparada para crescer de forma sustentável”, comentou o Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

Baseado em uma nova e arrojada concepção, o projeto voltado ao sistema de esgotamento sanitário traz como pilar a centralização do tratamento de esgoto em quatro grandes estações: ETEs Tijucal e Dom Aquino (em operação) e ETEs Sul e Ribeirão do Lipa (a serem construídas). A ação é possibilitada por meio da desativação de 52 pequenas ETEs, já obsoletas, atualmente em funcionamento na cidade. Os trabalhos, já em curso, contemplam a instalação de novas redes coletoras (tubulações que recebem o efluentes sanitários vindo das residências e unidades comerciais) e emissários (estruturas responsáveis pelo despejo do efluente sanitário tratado).

"O plano Águas Cuiabá 300 Anos é inovador e atende às atuais necessidades do município, preparando a cidade para o crescimento que virá. Realizar as obras com o respaldo do Poder Concedente, Agência Reguladora e Ministério Público Estadual é importante, porque demonstra que todos trilhamos o caminho do desenvolvimento sustentável para a capital mato-grossense”, pontuou o diretor-geral da Águas Cuiabá, Luiz Fabbriani.

Seguindo o calendário previsto no Contrato de Concessão e estabelecido no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado junto à 17ª Promotoria de Justiça de Defesa Ambiental, da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá do Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT), as obras se concentram, hoje, em 21 frentes de trabalho, distribuídas em seis bairros.

Sistema Dom Aquino

O Sistema Dom Aquino é responsável pela coleta e tratamento do esgoto proveniente de 11 bairros. Para esse sistema estão estabelecidos um investimento de R$ 50,1 milhões. A ação, quando concluída ao fim de 2019, deve beneficiar 179 mil pessoas e colaborar com a preservação do Rio Cuiabá.

Sistema Tijucal

O Sistema Tijucal atende 17 bairros e receberá a instalação de 80 Km de rede coletora e a ampliação da ETE Tijucal. Os investimentos nesse sistema totalizam R$ 81,7 milhões, beneficiando 100 mil pessoas.

Plano de Investimentos Águas Cuiabá 300 Anos

O Plano contém o panorama que define as ações de saneamento básico a serem realizadas no município, com um aporte de R$ 228 milhões nos Sistemas de Tratamento de Água e Esgoto. Os investimentos significam eficiência na gestão desse serviço essencial, gerando mais qualidade de vida e dignidade às famílias de nossa cidade, sendo, também, um marco fundamental à preservação dos recursos naturais da Capital do coração do Brasil.

(Com informações - Secretaria de Comunicação e Inovação de Cuiabá)

Outras Notícias

  1. Sipat nas operações da Iguá

    28 de novembro de 2017