Informações para você


Bancos conveniados

Bradesco - Débito automático, Internet Banking, Autoatendimento (caixa eletrônico) e Guichês do caixa

Caixa - Internet Banking

Santander - Débito automático, Internet Banking, Telefone Banking, Autoatendimento (caixa eletrônico) e Guichês do caixa

Sicredi - Débito automático, Internet Banking e Guichês do caixa


Pontos de recebimento

Lojas Avenida - Av. Marechal Rondon, 548, Centro 

J R Representações - Av. Tancredo Neves, 601 

Agro City - Av. Jaime Veríssimo de Campos Junior, Centro 

Drogaria Brasil - Av. Marechal Rondon, Centro 

Maria Bunita - Av. Marechal Rondon, Centro 

O Rei do Pano - Av. Marechal Rondon, Centro

Drogaria São Paulo - Av. Marechal Rondon, Centro  

Luanda Magazine - Av Marechal Rondon, Centro



Confira os manuais da Águas Colíder:

Manual de Abrigo Padrão

Abaixo está disponível o histórico dos balanços anuais com as demonstrações financeiras:

Demonstração Financeira 2019

Toda a água que você e sua família consomem habitualmente passa pela caixa d’água de sua casa. Por isso, mesmo que o abastecimento seja feito com a qualidade desejada, você pode ter problemas se não mantiver o reservatório doméstico em condições adequadas.

Faça a limpeza da caixa d’água da sua residência a cada seis meses. Se você mora num apartamento, exija do condomínio que a manutenção do reservatório seja realizada com a mesma periodicidade.

Limpar a caixa d’água não é uma tarefa complicada, mas tenha em mente, sempre, que a segurança vem em primeiro lugar. Antes de tudo, programe o dia da limpeza com antecedência. Confira todos os detalhes e os materiais necessários. Verifique as condições da escada a ser utilizada e a forma correta de alcançar a caixa d’água, para que não haja o risco de ocorrência de um acidente (ao subir no telhado, por exemplo).

Veja a seguir dez orientações para ajudá-lo na limpeza:

Como fazer a limpeza de caixa d'água

Sua conta traz as informações completas sobre o consumo da residência, os dados registrados no hidrômetro no momento da leitura, o vencimento da fatura, características da água e diversos dados importantes. Confira na ilustração:

Entenda sua fatura
Entenda sua leitura e consumo

Para a leitura do hidrômetro, deve-se levar em consideração os algarismos pretos. É a mudança desses algarismos que indica a evolução do consumo. No exemplo demonstrado, veja o antes e o depois do hidrômetro e como o consumo é calculado:

Se, ao longo de 30 dias, o número do hidrômetro passou, digamos, de 3513 para 3534 (como na ilustração), significa que o consumo de água do período foi de 21 m3.

Para se obter o consumo médio diário, basta dividir o número que está no visor pelo número de dias do período (ou seja, 30 dias). No caso analisado, o consumo médio diário é de 0,7 m3 de água (ou 700 litros).

Vazamentos são uma das causas mais comuns de perda de água. Esse desperdício acaba fazendo com que o valor de sua conta mensal seja maior do que o necessário. O principal indicador da existência de um vazamento residencial é, portanto, o crescimento repentino do valor da fatura, sem que tenha havido aumento de consumo na mesma proporção. Para evitar essa má notícia, a aplicação de testes simples ajuda a verificar se há algum vazamento em casa. Veja alguns procedimentos úteis.

No caminho entre o hidrômetro e a caixa d’água

  • Mantenha aberto o registro.
  • Feche o registro da entrada da caixa ou amarre a boia, interrompendo a entrada de água.
  • Faça a leitura do hidrômetro, anotando os números marcados no visor.
  • Após uma hora, faça novamente a leitura do hidrômetro, verificando se houve mudança dos números.
  • Se os números tiverem aumentado, é quase certo de que há um vazamento em sua casa.

No encanamento interno que é alimentado pela caixa d’água

  • Feche todas as torneiras da casa e não utilize os vasos sanitários.
  • Interrompa a entrada de água da caixa, fechando o registro ou amarrando a boia.
  • Marque o nível da água na caixa e, depois uma hora, veja se houve alteração.
  • Se o nível caiu, há vazamento em alguma em algum cano interno ou em algum vaso sanitário.

No extravasor (ladrão) da caixa d’água

  • Em dias secos, verifique se há água no telhado ou nas calhas da casa.
  • Se houver, é provável que a boia da caixa d’água esteja com defeito. Providencie a troca imediatamente.
  • Na válvula ou caixa de descarga dos vasos sanitários.
  • Jogue um pouco de pó de café no vaso sanitário. Ele deve ficar depositado no fundo do vaso.
  • Após dez minutos, se o pó de café ainda não estiver no fundo do vaso, é porque há vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

O hidrômetro é o equipamento que mede o volume de água utilizado numa residência. A partir das informações que ele fornece, é possível calcular o consumo e gerar a conta de água.

A observação correta do hidrômetro permite que o próprio cliente possa acompanhar a evolução do consumo residencial. Veja na ilustração abaixo o que significa cada elemento do seu hidrômetro.

Entenda seu hidrômetro

Para a leitura do hidrômetro, deve-se levar em consideração os algarismos pretos. É a mudança desses algarismos que indica a evolução do consumo. O número que aparece no visor está em m3 (cada m3 corresponde a 1.000 litros).

Mantenha o hidrômetro sempre limpo e solicite a substituição se ele estiver danificado.