Notícias

Iguá e 100 Open Startups lançam Grand Challenge de Saneamento

Iguá e 100 Open Startups lançam Grand Challenge de Saneamento

03 de agosto de 2020

A Iguá Saneamento e a 100 Open Startups lançaram o Grand Challenge Saneamento – a água como serviço. A iniciativa visa estimular startups a apresentarem soluções para o desenvolvimento do setor. O lançamento, que aconteceu dentro da programação do maior encontro de inovação aberta do Brasil, a Open Innovation Week (Oiweek), iniciou a construção do “Ranking do Saneamento”. Ao longo de um ano, startups que participarem do grand challenge serão acompanhadas e avaliadas para então comporem o ranking das melhores soluções para os problemas do saneamento básico brasileiro. 

A promoção do Grand Challenge Saneamento é mais um passo da Iguá em sua estratégia de fomento à inovação aberta com foco na evolução de seus serviços e do setor em que atua. A companhia foi pioneira na implementação de ações desse tipo com a criação do Iguá Lab em 2018. O programa de aceleração de startups que convidou o ecossistema a apresentar soluções para diferentes desafios do seu negócio teve duas edições, com mais de 150 inscritos. 

Agora, a empresa espera, com a parceira da plataforma 100 Open Startups, fomentar um movimento mais abrangente, atraindo outras companhias do setor igualmente interessadas em promover a inovação no saneamento a partir da interação com as startups. “Com o novo Marco Regulatório, o saneamento dispõe dos alicerces para ser a matriz condutora de desenvolvimento econômico e social no país. Neste contexto, a participação ativa de empreendedores e do próprio setor, na busca por soluções inovadoras, nos levará a um novo patamar de eficiência e de benefícios à sociedade”, afirma Péricles Weber, COO da Iguá. 

“O setor de saneamento é repleto de desafios desconhecidos ou inacessíveis ao enorme contingente de startups que surgiram nos últimos anos. O movimento da Iguá em organizar ação de inovação aberta para o setor tem um potencial transformador para a sociedade.”, afirma Bruno Rondani, CEO da 100 Open Startups.



Dentre os desafios propostos no grand challlenge figuram segurança hídrica, eficiência na produção e distribuição da água, coleta e tratamento de esgoto, cidades inteligentes, economia circular, customer experience, entre outros.

voltar